robert f. kennedy usou paralelismo de repetição e linguagem figurativa em seu discurso