Quem é o Prof. Luc Montagnier?


O Dr. Luc Montagnier, virologista e cientista de pesquisa francês, recebeu o Prêmio Nobel de Medicina 2008 por sua descoberta do vírus da imunodeficiência humana (HIV). Ele realizou pesquisas sobre os sinais eletromagnéticos do DNA, estudando o efeito desses sinais sobre a água e as implicações para as estratégias terapêuticas em pacientes com doenças crônicas.

Ele se tornou Diretor Honorário de Pesquisa no C.N.R.S. e depois Professor Emérito no Instituto Pasteur em Paris, onde dirigiu a Unidade de Oncologia Viral por muitos anos.

Ele é Presidente da Fundação Mundial para Pesquisa e Prevenção da AIDS:


Há vários anos ele tem causado consternação na comunidade científica por se manifestar contra as vacinas e por argumentar que um bom sistema imunológico é suficiente para proteger contra a AIDS.

Agora, mais uma vez ele está provocando protestos públicos na comunidade científica por sua posição radical contra as vacinas COVID e por sua teoria sobre a origem do coronavírus.

« Sinto-me livre para explorar novas áreas, mesmo que sejam controversas".

Ele defende a teoria de que as vacinas COVID-19 criam novas variantes em várias partes do mundo:

"As novas variantes são uma produção e resultam da vacinação. Você vê isso em cada país, é a mesma coisa: a curva da vacinação é seguida pela curva das mortes", diz o Prof. Luc Montagnier.

Ele explica que as novas variantes são criadas por seleção mediada por anticorpos, devido à vacinação. Ele acrescenta que as pessoas morrerão de "aumento dependente de anticorpos (ADE)" dentro de poucos meses ou anos após receberem uma vacina COVID-19.

Ele disse que os epidemiologistas sabem mas são "silenciosos" sobre o fenômeno, conhecido como "Aprimoramento Anti-Corpo".

"A vacinação em massa é tanto um erro científico quanto médico. É um erro inaceitável". Os livros de história vão mostrar isso, pois são as vacinas que criam as variantes".

Ele também afirma que o coronavírus é um vírus manipulado em laboratório que vem do laboratório Wuhan, especializado nestes coronavírus desde o início dos anos 2000. Ele até acusa "biólogos moleculares" de inserir seqüências de RNA HIV em um coronavírus, "provavelmente" com o objetivo de encontrar uma vacina contra a AIDS.

Atualmente, em agosto de 2021, advogados de vários países estão usando suas declarações juramentadas no Tribunal Penal Internacional (TPI) para acusar governos de todo o mundo e seus assessores de envolvimento em genocídio, crimes contra a humanidade e violações do Código de Nuremberg.

Mais informações sobre Luc Montagnier:



Alguns de seus vídeos mais importantes:

https://odysee.com/@Sasquatch:6/Luc-Montagnier-On-The-Vaccine:4

https://odysee.com/@sarahwestall:0/Montagnier:1

https://www.bitchute.com/video/XxTOEOpjG7ag/