Índia: Dois terços da população têm COVID-19 anticorpos?


Conceito de anticorpos e imunoglobulina como anticorpos que atacam células de vírus contagiosos e patógenos como uma ilustração 3D.

Cerca de dois terços da população geral têm COVID-19 anticorpos e 67,6% da população da Índia foram expostos à doença, o quarto estudo sorológico realizado pela ICMR durante o período de junho-julho de 2021 encontrado.

O quarto serosquireito foi realizado nos mesmos 70 distritos; 21 Estados como as três rodadas anteriores. Cerca de 28.975 indivíduos foram inscritos. A repartição deste grupo em termos de idade é a seguinte:

  • Idades 6-9 anos: 2.892 (10%)
  • Idade de 10-17 anos: 5.799 (20%)
  • Maior que 18 anos: 20.284 (70%)

De acordo com esta pesquisa, cerca de dois terços da população geral tem COVID-19 anticorpos e 67,6% da população da Índia foram expostos à doença.


Os resultados de um estudo publicado no International Journal of Clinical Practuce constataram que há literatura suficiente disponível para determinar que as vacinas COVID-19 aumentam o risco de doenças mais graves e que os recipientes devem ser conscientizados de todos os riscos antes de serem vacinados.

Os cientistas concluíram que as vacinas podem agravar a doença de COVID-19 através do aumento dependente de anticorpos (ADE) e que os riscos são mantidos em segredo nos protocolos de ensaios clínicos e nas formas de consentimento.

"é a vacinação que está criando
as variantes".https://t.co/WoVry0IP35

- atul kulkarni (@atul_kulkarni) 22 de maio de 2021


Luc Montagnier, ganhador do Prêmio Nobel de Virologista francês, em entrevista, fez uma afirmação surpreendente de que as próprias vacinas COVID-19 estão criando variantes. Ele disse que os epidemiologistas sabem mas são "silenciosos" sobre o fenômeno, conhecido como "ADE (Antibody-Dependent Enhancement)".


Qual é a sua reação?

confused confused
2
confused
fail fail
1
fail
love love
3
love
lol lol
0
lol
omg omg
2
omg
win win
1
win