O governo dos EUA entrou com um processo antitruste contra o Facebook, ordenando o corte da Instagram & WhatsApp?


In a landmark move the US Govt has announced antitrust lawsuit against Facebook, ordering the social media platform to divest its Instagram and WhatsApp messaging services. In 2019, Facebook was fined $5 billion for privacy violations instituting new oversight and restrictions on its business.

Poder Monopolista e Conduta Anticompetitiva

Os processos antitruste, anunciados pela Comissão Federal de Comércio e pela Procuradora Geral de Nova York Letitia James, marcam a segunda grande ofensiva do governo este ano contra os gigantes tecnológicos aparentemente intocáveis. Leia aqui.

The Justice Department sued Google in October for abusing its dominance in online search and advertising — the government’s most significant attempt to buttress competition since its historic case against Microsoft two decades ago. Amazon and Apple also have been under investigation in Congress and by federal authorities for alleged anticompetitive conduct.

James observou em uma coletiva de imprensa que "é muito importante bloquear esta aquisição predatória de empresas e restaurar a confiança no mercado".

A FTC disse que o Facebook se engajou em uma "estratégia sistemática" para eliminar sua concorrência, inclusive comprando rivais menores como a Instagram, em 2012, e a WhatsApp, em 2014. James ecoou isso em sua conferência de imprensa, dizendo que o Facebook "usou seu poder de monopólio para esmagar os rivais menores e acabar com a concorrência, tudo às custas dos usuários comuns".

A FTC multou o Facebook $5 bilhões em 2019 por violações de privacidade e instituiu nova supervisão e restrições em seus negócios.


The fine was the largest the agency has ever levied on a tech company, although it had no visible impact on Facebook’s business.

#BREAKING: @FTC processou hoje o Facebook (FB), alegando que a empresa está mantendo ilegalmente seu monopólio pessoal de redes sociais através de um curso de anos de conduta anticompetitiva:

pic.twitter.com/7nvpNGnltb

- FTC (@FTC) 9 de dezembro de 2020


O Procurador Geral da Carolina do Norte Josh Stein, que fazia parte do comitê executivo de procuradores gerais que conduzia a investigação, disse que o litígio tem o potencial de alterar o cenário das comunicações da mesma forma que a quebra do monopólio telefônico local da AT&T no início dos anos 80.

"Nossa esperança é reestruturar o mercado de redes sociais nos Estados Unidos, e neste momento há um jogador", disse Stein aos repórteres. James disse que a coalizão trabalhou em colaboração com a FTC, mas observou que os procuradores-gerais conduziram suas investigações separadamente.

Uma unidade secreta do Facebook criou exércitos de trolls para a Índia e governos de todo o mundo para propaganda digital para influenciar as eleições. No entanto, nenhuma ação substancial foi tomada contra o Facebook pelo governo indiano.